quinta-feira, 30 de abril de 2009

A graçola do dia...


Entre um bocejo e outro, o nosso ministro também faz graçolas.

Manuel Pinho: Oh Zé (José Penedos - Presidente da REN), como se chama o Presidente da Câmara?
José Penedos: Sei lá. (José Penedos chama uns dos seus assessores e faz-lhe a mesma pergunta. O assessor também não sabia, mas foi averiguar. Passados 30 segundos volta com a resposta).
Assessor: Sr Engenheiro, é Manuel Coelho. (José Penedos segreda ao ouvido de Manuel Pinho e ambos gozam com a situação.

Alea jacta est


3 sugestões para as lápides dos futuros defuntos politicos de outubro
tive de antecipar este post, porque um já bateu a bota de desistência súbita
vocês fazem-me gastar o latim

Manuel Coelho
"Ab alio expectes, quod alteri feceris"
"Aliud est facere, aliud est dicere"
"Consensus tollit errorem"

Francisco do Ó

"Praeterita mutare non possumus"
"Mali principii malus finis"
"Mula senex fulvis orntur saepe lupatis"

Idalino José

"Arbor ex fructu cognoscitur"
"Bonis nocet qui malis parcet"
"Labor improbus omnia vincit"

Micael Raposo
"Ad impossibilia nemo tenetur"
"Mensura omnium rerum optima"
"Medio tutissimus ibis"

Correio do Leitores

Afinal ainda é possível acreditar no PS

"Acabo de votar contra as propostas de alteração à lei do financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais. Agi de acordo com as minhas convicções. A nova legislação diminui a exigência na justificação da entrada dos dinheiros privados e constituiu um retrocesso face á actual lei. Voltarei ao assunto.


António José Seguro"

enviado por mail, devidamente identificado

1.º Maio


Assembleia Municipal

A Assembleia Municipal de ontem, marcada pela crispação, regressou ao tema de Porto Covo, para perceberem que as decisões dos deputados não podem contraiar a lei. Parece que alguns autarcas ainda não entenderam que todas as decisões que tomem que sejam contrárias à lei, são actos nulos.

Franscisco do Ó, por seu lado tenta levar novamente o assunto para o seu "campo", uma assembleia extraordinária em Porto Covo, contudo como diz o ditado não devemos voltar ao locais onde fomos felizes, e desta vez não retirará os dividendos politicos que obteve da primeira vez.

Mas a grande novidade da noite consistiu na inédita, apreciação negativa por maioria das Contas da Autarquia, no caso de 2008. Manuel Coelho e o PS, mantiveram-se coerentes, o primeiro apresentando a sua continuada gestão ruinosa e galopante endividamento e o segundo votando contra a apreciação das contas como habitualmente fez, já a CDU, refém da situação actual, votou contra a sua própria gestão, recorde-se que durante o ano em apreciação o executivo era maioriatriamente CDU.

Esta foi uma assembleia histórica, mais pelo paradoxo, do que pela iapreciação negativa das contas municipais. Por um lado os deputados municipais demonstraram a expressão politica que pode ter uma assembleia municipal, quer insistindo no tema Porto Covo e depois "reprovando " as contas municipais, por outro lado tomaram consciência da sua insignificância, não só as suas decisões não podem contraiar decisões do executivo, como a apreciação negativas das contas tem um efeito práctico nulo, e um efeito político de muito reduzido alcance.

Onde a assembleia municipal tinha um poder de gestão e politico efectivo, forçando o poder executivo a apresentação de contas mensais e gestão por duodécimos, era através da reprovação do orçamento municipal. Mas aí soube Manuel Coelho esperar pela sua aprovação, com os votos CDU, antes de se despedir para sempre daqueles que permitiram que sejam apresentadas contas de tal quilate.

Micael Raposo fora da corrida - em actualização

Está confirmado que Micael Raposo não será candidato à autarquia de Sines pelo PSD.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Movimento SIM

Apoios




A CÁRITAS PAROQUIAL DE SINES COMO Instituição Particular de Solidariedade Social, É POR NATUREZA E IMPOSIÇÃO ESTATUTÁRIA APOLITICA E APARTIDÁRIA, PELO QUE NÃO DEVE, NEM PODE, APOIAR NENHUMA CANDIDATURA. QUEM O FAZ UTILIZANDO INDEVIDAMENTE O NOME DA INSTITUIÇÃO, NÃO REPRESENTA A DIRECÇÃO, NEM ESTÁ MANDATADO PARA TAL, PELO QUE FÁ-LO EM NOME PRÓPRIO.
A UTILIZAÇÃO DO NOME DA INSTITUIÇÃO, NO VÍDEO, IDENTIFICANDO UM DOS APOIANTES, - ENQUANTO NOUTROS SURGE A SUA PROFISSÃO, - É UMA ATITUDE CLARAMENTE ABUSIVA E PROVOCADORA, CONTRA A INSTITUIÇÃO EM APREÇO, QUE PROCURA INDUZIR EM ERRO QUEM O VISIONA E DEMONSTRA UMA FORMA DE ESTAR E FAZER POLITICA DE TODO CONDENÁVEL.

O negro da guerra



Por entre empurrões e sorrisos ingénuos, caminhavam, tal como todos os dias, pela estrada de areia que ligava a escola à sua aldeia. Maria sentia algo estranho que a impedia de sorrir da forma habitual, de maneira que seguiu um pouco à frente do restante grupo, de mãos dadas com as suas duas primas mais novas. Perdida na tentativa vã, de perceber o porquê daquele mal estar momentâneo, conseguiu apenas ouvir o seu primo Xico a gritar, Encontrei uma bola!
Maria parou e olhou para trás, porque à falta de diversão, não se distinguia brincadeiras de meninos de brincadeiras de meninas, enquanto o seu irmão Manel, o mais corajoso do grupo, se aproximava, arrastando todos os outros, para ver de perto o novo objecto de diversão, ao mesmo tempo que dizia, isso não é uma bola ó aldrabão! Ai não é? Então toma lá! E nisto pontapeia a bola contra Manel, sem saber que num rasgo de magia bélica, ela se transformaria numa mortal bola de fogo.
Maria, não se recorda de mais nada.
Quando acordou na cama do Hospital, chamando em gritos desesperados, o seu irmão Manel, viu a mãe vestida de preto e percebeu a evidência da morte do seu irmão, afogando-se num silêncio negro, do qual ainda hoje não se conseguiu libertar.

E se fosse Primeiro - Ministro? (cont.)

Devido a existirem ainda poucos comentários a este post, e como já foi "recambiado" para as mensagens antigas, volto a colocar aqui o link, para que não se percam as ideias e sugestões de todos aqueles que contribuíram e ainda querem contribuir para esta questão.
É só clicar aqui: E se fosse Primeiro - Ministro?

Entrevista candidato CDU - Jornal Litoral Alentejano

O Jornal Litoral Alentejano, na sua edição 185, com data de 1 de Maio, publica uma reportagem com o candidato da CDU, à Câmara Municipal de Sines.

Francisco do Ó revela que mantêm intactas as suas características de acutilância, que fazem dele uma velha raposa politica. Deixa recados e afirmações, entre o subtilmente evidente, e evidências subtis num jogo de fácil alcance para todos e de profundidade apenas para alguns.

Mantém a tónica na ligação à terra, ao passado e às pessoas, que a CDU promoverá e defenderá, agora como no passado, não fala no PS, como se a luta fosse apenas com Manuel Coelho, deixa subentendido que Manuel Coelho poderia não ser o candidato da CDU do mesmo modo que afirma, que após sair do PCP poderia continuar a ser o candidato independente da CDU, tudo estava por decidir até à constituição do Movimento SIM. E assume categoricamente, a convicção que este Movimento esgotar-se-á num mandato, ou seja com a candidatura de Manuel Coelho.

____________..._____________________

Frases Soltas, de Francisco do Ó, ao Alentejo Litoral, em entrevista realizada dia 3 de Abril de 2009.

"Faz falta retomar a moralidade política."

“O Dr. Manuel Coelho afirma que tem hoje projectos para 20/25 anos. Não é verdade. É uma falsidade porque daqui a 4 anos ele terá que se ir embora por imposição da lei e toda a gente sabe disso, e ele também.”

"Numa situação normal não seria eu – obviamente – o candidato da CDU e do PCP. Aliás, a CDU iria discutir este ano quem seria o candidato".

"Nesta altura tenho a ideia de que existe uma confusão instalada. Quem votou sempre, na CDU, nesta altura é capaz de não saber bem o que há- de fazer."

"Vai ser uma campanha de projectos. Não será uma campanha de hostilidades. E por ser uma campanha de projectos, o Dr. Manuel Coelho vai ter para oferecer um mandato de 4 anos. Não terá mais para oferecer. Extingue-se assim o seu projecto, se é que há um projecto. O Dr. Manuel Coelho não tem nenhum projecto futuro que possa oferecer à população."

"A diferença existente entre as duas candidaturas são: Uma a 4 anos, que não vai a lado nenhum neste processo de crise, em que não vai ter seguramente dinheiro para quaisquer realizações, basta para isso, saber a situação financeira da Câmara Municipal que não tem dinheiro para investir e a candidatura da CDU, assente em projectos."

"Não há dúvida que falta seriedade na política. O facto dos partidos políticos dizerem que querem seriedade e tentarem fazer um esforço no sentido de não quererem pessoas que pelo seu comportamento terão que ser afastadas, mas depois, socorrerem-se das listas de cidadãos independentes que, ao concorrerem continuam a ter por detrás, as tais malas de dinheiro que empresários levam para os gabinetes, e são esses que pagam as campanhas
."

terça-feira, 28 de abril de 2009

Encontre as diferenças


"Em Vila Nova de Santo André abriu uma loja para ajudar famílias carenciadas. Chama-se loja, mas não vende nem compra nada. A Ana's é uma Loja Social que abriu há uma semana para ajudar as famílias carenciadas, com roupa, calçado e acessórios

A Loja Social está instalada no posto de divulgação cultural, cedido pela Junta de Freguesia de Vila Nova de Santo André, temporariamente. Segundo relata uma das voluntárias "fui ter com a Segurança Social para me ajudar no encaminhamento das pessoas, o que aceitaram. Eu corri as instituições sociais aqui existentes, a Santa Casa da Misericórdia de Sines, de Santiago do Cacém, a Casa do Povo... Onde havia serviços sociais eu contactei e deixei uma ficha para me encaminharem as pessoas». Feitos os contactos, foi «meter mãos à obra». Espero que a Câmara me arranje um espaço condigno», conclui, depois de afirmar que já foi contactada pelo município de Santiago do Cacém, que em "princípio" vai «arranjar um espaço permanente» para a Loja Social. As famílias carenciadas de Amares, Ferreira do Alentejo, Batalha, Fundão, Setúbal e Lisboa contam já com esse apoio, iniciativas que partem de várias instituições, desde bombeiros a autarquias, instituições de solidariedade social ou ligas de amigos."

ver Semanário Sol e Diário de Notícias


Em Sines, à semelhança das localidades referidas na notícia do Semanário Sol, também a Cáritas Paroquial de Sines, desde longa data, procede à entrega e distribuição de alimentos, roupa e por vezes mobiliário.

Com o início da construção das novas instalações, instalámos a creche e o pré-escolar num espaço arrendado e contactámos a autarquia, solicitando a disponibilidade provisória de instalações para armazenagem e distribuição de alimentos e roupa a famílias carenciadas, de forma gratuita.

Esperámos pela resposta até ao dia em que tivemos de abandonar as nossas instalações e conseguimos in extremis que um particular cede-se gratuitamente um espaço, num rés-de-chão da zona histórica, com os respectivos constrangimentos, nomeadamente no acesso de viaturas para abastecimento.

Existe na história relatada no Sol um pormenor que faz toda a diferença: "já foi contactada". Por cá contactamos e pedimos, por lá é a autarquia que identifica as dificuldade e propõe soluções. Mas é o que temos e aquilo com que podemos contar.

Lá como cá, é um trabalho feito por voluntário, gratuito e solidário. Mas que há diferenças, há.

Academia de Ginástica de Sines - Notícias


Academia de Ginástica de Sines, Vence Campeonato Nacional de Juniores (Elite).

A.G. Sines, participou no Campeonato Nacional de Duplo – Mini - Trampolim e Tumbling.
Prova realizada em Santarém nos dias 18 e 19 de Abril do corrente ano.

Academia regressa a casa com o título colectivo de Juniores Femininos (escalão de Elite). A equipa é constituída por Beatriz Martins, Ana Paulino e Daniela Oliveira).
Ana Paulino com uma excelente participação subiu ao pódio em 3.º lugar.

Na competição Júnior – B, Sara Sousa Sagra-se Vice Campeã Nacional, ficando aquém da passagem ao grupo de Elite. Tatiana Belchior regressa a casa com o 3.º Lugar de pódio e com uma pontuação de ranking que lhe dá alguma esperança nu apuramento para os Jogos Mundiais por Idades, realizar na Rússia em Novembro do presente ano.

Na especialidade do Tumbling, realça-se as ginastas Daniela Sousa 4.º Lugar e Jéssica Plácido 5.º Lugar. Espera-se melhores condições de treino para esta especialidade.

Parabéns a todos os GINASTAS.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Quando nada é certo, tudo é possível

Finalmente o PCP pôs, literalmente, as rotativas a trabalhar e distribuiu propaganda pela população.

Com o enfoque colocado nos 88 anos de existência e o historial dos diversos combates em defesa do povo de Sines, está devidamente delineada a sua estratégia eleitoral autárquica.

Não subvalorizo o potencial eleitoral da CDU, ou não estejamos a falar da força politica que governa Sines à mais de 3 décadas.

Existem laços de afectividade e uma relação emocional, com a respectiva irracionalidade associada, que liga muitos eleitores ao passado e às lutas politicas travadas, nomeadamente contra os "Golias de Lisboa". Em época de crise este é um terreno fértil e o PCP, sabe-o melhor que ninguém.

Em Sines com pouco mais de 11.000 eleitores inscritos (dados das autárquicas 2005) e menos de 6.500 votantes efectivos - maldita abstenção -, estou convencido que cerca de 2.000 votos, bem menos de 20% dos eleitores, serão suficientes para decidir o próximo Presidente, não a maioria.

Por fim, não acredito que o efeito Manuel Coelho, seja suficiente para a CDU que teve nas últimas eleições autárquicas cerca de 3.500 votos e no pior resultado autárquico de sempre, pouco menos de 3.000, perder 40 a 50% do seu eleitorado.

Não se pense que a CDU é o elo mais fraco da trilogia eleitoral siniense, pelo contrário sou da opinião que esta será uma luta a dois: PS e CDU.

O PS, penalizado pela politica do Governo Central, beneficiará da hipótese de um resultado histórico que trará às urnas toda a família e ainda beneficiará de um acréscimo de algumas dezenas de votos relativamente a 2005, que poderão fazer a diferença, para atingir os dois mil votos.

Resta saber o que vale o Movimento SIM, a sua força será a fraqueza da CDU, ou vice-versa.

Imaginação

Fernanda Câncio você, que eu não consigo.
Manuela Ferreira Leite

Finalmente José Sócrates responde à Judite.
PGR

José Sócrates pretende acabar com as off-shore, mas a familia ainda não sabe.
Manuel Pinho

Fogo de Artifíco em Sines

Comemorações do 25 de Abril de 2009

Aviso - Comentários

A partir da presente data, os comentários a publicar, demorarão mais tempo que o habitual.

Esta demora deve-se ao elevado volume de comentários recebido e à cada vez maior necessidade de atenção à sua publicação, que nos últimos tempos descurei.

Nos últimos dias estiveram activos, indevidamente, comentários ou parte deles, cujo único propósito era injuriar e caluniar.

Aos visados a minhas sinceras desculpas, a todos aqueles que procuram deste meio prejudicar este espaço ou utilizá-lo como instrumento de ofensa e calúnia, garanto-vos que não o conseguirão.

António Braz

Peste Suína

a toda a população de sines, como medida de precaução contra a peste suína, não se aproximem dos porcos.
não apertem a mão, não se aproximem de fezes (esta é lógica, mas cada um tem as suas taras), evitem locais fechadas, em suma evitem o contacto
físico, o que nos tempos actuais deve ser difícil.

Petição por Rui Vinagre no FMM 2009

Em nome de todos os signatário da Petição é com enorme alegria que recebemos a novidade da participação de Rui Vinagre no FMM 2009.

Confiante que será dado o devido destaque à sua participação no renomado Festival, decidi manter a Petição como forma de continuarmos a manifestar o nosso apoio e reconhecimento pelo trabalho do Rui.

A todos aqueles que subscreveram até à presente data a Petição, deixo aqui o meu publico agradecimento por exercerem a vossa cidadania neste espaço, e a minha manifestação de regozijo por termos a capacidade de continuar a acreditar que a realidade é também - e muito - aquilo que dela fazemos.

Ao Rui os meus parabéns, a todos vós o meu muito obrigado,

António Braz

POR RUI VINAGRE - ESCLARECIMENTO À PETIÇÃO

Caros leitores, promotores do Blog Estação de Sines, e restantes adeptos do meu trabalho.

Foi com surpresa que me deparei com grande destaque dado à minha pessoa e ao meu projecto, sob a forma de uma petição, num dos blogs mais concorridos da nossa terra. Fico contente com a vossa preocupação e também de saber que não estou a ser utilizado como interveniente em “guerras politicas”, pois primo por me dar bem com toda a gente da minha terra, os quais que me são todos queridos.

Agradeço a todos o apoio e o reconhecimento prestado, adiantando que os TRILHOS – “novos caminhos da guitarra portuguesa”, já se encontravam previstos na programação do Festival Músicas do Mundo de 2009, que tanto dignifica Sines. Foram iniciadas as negociações pessoalmente com o Director do Festival – Sr. Presidente Manuel Coelho e com o Responsável pela Programação - Carlos Seixas, já à alguns meses atrás, como é normal na programação de um festival deste importância.

Neste momento, já existe uma proposta de data e local, a divulgar oportunamente nos diversos canais de informação.

Considero de extrema importância a presença dos TRILHOS, num festival de reconhecido mérito nacional e internacional como o FMMS, enquanto projecto com raízes Sineenses. Muito me apraz que todos vós partilhem dessa preocupação. Espero que num futuro breve, com os TRILHOS, possamos levar mais vezes o nome de SINES além fronteiras, dignificando assim a nossa terra com a nossa musica e um instrumento único que é a Guitarra Portuguesa.

Aproveito para dizer aos nossos fãs que o nosso trabalho CD+DVD está disponível nos locais apresentados em http://www.myspace.com/trilhosdaguitarra havendo já alguns exemplares em Sines, no A das Artes e brevemente no Centro Cultural Emmerico Nunes e no Centro de Artes de Sines.

Abraços e até breve no FMMS,

Rui Vinagre

domingo, 26 de abril de 2009

Reacções - Justo, q.b.

"(...)
De louvar a qualidade e profissionalismo da apresentação a revelar um cuidadoso trabalho de imagem.

Pessoalmente considero a candidatura do Idalino José como como a mais credível e a que melhor serve os interesses de Porto Covo.

Ao nível discurso o candidato esteve bem, revelou conhecimento profundo da realidade do Concelho, mas esteve mal ao não se referir uma única vez a Porto Covo e o interesse que a Freguesia tem com a sua realidade turística para amenizar a forte realidade industrial do Concelho de Sines."

in, Baía de Porto Covo

Reacções - Sarcástico q.b.

"Passados alguns dias da apresentação do candidato do PS às eleições em Sines ainda não está disponível no YouTube a apresentação multimédia da "vida e obra" do candidato.
Lamentável omissão que nos priva a todos nós, e ao mundo em geral, de conhecer mais em detalhe pormenores até agora ainda não tornados públicos sobre as diferentes realizações do candidato ao longo da sua vida.
A omissão deve ser imputada ao director de campanha - ou será director de imagem, ou director de conteúdos, ou dono/colaborador da empresa que trata da imagem do candidato? - Alcídio Torres, aliás dr. Alcídio Torres, aquele que comparou, no âmbito de uma anterior prestação de serviços, Francisco do Ó Pacheco, à data a luz dos seus olhos, a Vasco da Gama. Esse que em 1997 , em plenas eleições autárquicas de então, num momento de rara clarividência política e de uma irreconciliável relação com a verdade dos factos, elegeu, numa síntese publicada no Diário de Notícias, Monteiro de Sousa, "um conhecido gestor" como então era tratado, como a única alternativa válida a Manuel Coelho."

in, Pedra do Homem

Talvez sim, talvez não, mas concerteza...(actualizado)

Quando já são conhecidos os candidatos e enquanto estes vão sendo apresentados, sobe a curiosidade na mesma medida que a especulação, sobre a constituição das listas para vereadores. De acordo com aquilo que se vai dizendo, e em que é ponto comum a dificuldade de quase todas as forças candidatas em formarem as suas listas, deixo aqui entre as várias informações que disponho aquelas a que dei credibilidade. Excepto os candidatos à presidência, a ordem dos restantes elementos não corresponde à sua colocação nas respectivas lista.


CDU
Francisco do Ó
Fernanda Moura
António Correia
Luis Plácido

PS
Idalino José
Nuno Mascarenhas
Luís Batalha

Movimento SIM
Manuel Coelho
Carmem Francisco
Marisa Santos
António Nogueira

PSD
Micael Raposo


Para a Junta de Freguesia de Sines o candidato CDU, será Filipe Santos, pelo Movimento SIM para a assembleia municipal Ferreira da Costa e pela CDU Espadinha.
No Porto Covo o candidato do PS é o Gil, da CDU por muito que me expliquem não conheço o candidato e o SIM ao que parece não concorrerá. Relativamente ao BE, apresar de ter a convicção que apresentará candidatura, desconheço quem será, assim como os restantes elementos do PSD.

4.º Corrida do SLB

Dia 25, zarpei rumo a Lisboa, para participar, hoje, na prova de 10 kms da 4.º Corrida Sport Lisboa e Benfica.

Parti condiconado, por uma microrotura no gemeo, lesão que aconselha repouso, e me incomodou nas últimas duas semanas de treino, mas pior por um mail do Benfica a agradecer a minha inscrição e que começava por "Caro Benfiquista".

No sábado à noite optei por ir ver o Sporting-Estrela da Amadora, que em conjunto com as desnecessárias medidas de segurança que formaram filas imensas e a chuva, em nada contribuiu para me alegrar o espirito.

As edições anteriores desta prova foram alvo de bastantes criticas em termos de organização, o que ao contrário de alguns atletas que não voltaram a participar, me levou a participar pela primeira vez. Segui a máxima de Warren Buffett, guru da gestão: "Seja audacioso quando os outros estiverem com medo e tenha medo quando os outros forem audaciosos.", e deu certo. O Benfica para se redimir do passado, mudou de entidade organizadora e esmerou-se, pelo que a prova destoou de edições anteriores.

Tracei como objectivos pessoais, mais de 50 minutos medíocre, abaixo de 45 muito bom, e no intervalo 45 a 50 minutos como expectável, sendo que quanto mais me aproximasse de um dos limites, assim tendia a minha participação a ser mais ou menos bem sucedida.

Primeiros kms a abrir, mais devido ao perfil do percurso, partida numa acentuada descida, do que propriamente da ingenuidade do atleta, ditaram a passagem aos 3 kms abaixo dos 13 min. Ritmo acima das minhas capacidades, mas suportável. Eis então, que apesar de nada atreito a lesões, as mais antigas e recentes e a famigerada "dor de burro" se conjuraram para aparecerem, ao mesmo tempo que as nuvens se desviaram para o Sol espreitar. Salvo pela primeira experiência de um gel energizante, 10 minutos e dois kms depois estou recomposto, atingo os 5 kms com 23 min e o final da prova com 47,39 min no meu cronómetro, e 47,44 oficiais.
Dentro dos meus objectivos, nem brilhante nem mau, apesar de ter acabado a prova sem fadiga e com a clara sensação que podia ter feito melhor.
435º lugar num universo de 1.680 atletas que finalizaram a prova. Média de 4,46 m/Km.

Valeu pelos treinos que permitem manter a condição fisica e a saúde, pela manhã bem passada, por rever a "tribo" do atletismo, pela magnifica massagem de recuperação e pelo imenso prazer de praticar desporto. Quanto a baixar dos 45 min, fica para a próxima prova, lá para Junho.

Mais umas fotos...






Não fotografei o fogo de artifício na baía de Sines porque o apego ao colchão e edredon falaram mais alto :D
Hoje fui até Vila Nova de Milfontes fotografar um barco abandonado e que desconhecia a sua existência e localização. Aqui ficam umas fotos do final de tarde de hoje.

Abraço

sábado, 25 de abril de 2009

25 de Abril dividido

Entrei no 25 de Abril depois de ter passado pelo Largo do Carmo, onde decorria um baile comemorativo de tão nobre dia. Mais a cima, no Largo Camões mais uns cantares entoavam. Tudo gente amadora, que ali estava por iniciativa própria e por amor à liberdade. A assistir, pessoas de todas as idades distraiam-se das vozes desafinadas dos cantares com compras nas barraquinhas de associações sociais e comunitárias. No quartel do Carmo, decorria uma exposição que me pareceu ser de equipamentos militares, com um tanque como chamariz, cá fora, junto do Povo.
Não vi a apresentação de mais um candidato à Presidência da Câmara de Sines, desta vez com muita pena minha, mas vivi o 35º aniversário do 25 de Abril no sitio onde ele realmente aconteceu.
Sobre a candidatura de Idalino José, dirigindo-me apenas aos mais cépticos, apenas relembro um dos principios basilares da ciência e por consequência da própria evolução, a experimentação.

O Povo é quem mais "ordenha"

Numa noite fria de Abril comemorou-se um cada vez mais anacrónico dia 25 de outros tempos. Sines terra sem tradição de grandes festas comemorativas do 25 de Abril, em ano de sanha eleitoral, carregou a festa para a Avenida. Entre alguns tímidos cantares de Abril a antecederem um grupo espanhol, cuja relação com o 25 de Abril é semelhante a um porco-espinho com uma cebola, o candidato Manuel Coelho esgrimiu o seu habitual e repetido discurso, no palco que a exposição pública de Presidente da autarquia lhe confere, e representa o seu principal trunfo eleitoral. Segui-se um fogo de artficio mais aplaudido que o seu discurso.

Com homenagens ao que foi e representou o 25 de Abril de 74 e lições de história deste quilate, não estranho que um grupo de adolescentes cantassem com toda a convicção do Mundo, um Grândola Vila Morena, onde o povo é quem mais “ordenha”.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Idalino José na Rede

Candidato do PS quer “modernizar” Sines

O candidato do PS à câmara sineense, Idalino José, considera que “Sines precisa de olhar para o futuro e modernizar-se”. O socialista acusa os dois outros candidatos nas próximas eleições autárquicas, o agora independente Manuel Coelho e o comunista Francisco do Ó Pacheco, de serem o “passado”, lembrando os “33 anos” que ambos passaram à frente da câmara como uma “oportunidade em que não conseguiram relançar Sines”.

Criticando o actual executivo, Idalino José aponta o “ponto negro” dos seus mandatos que é o centro histórico de Sines, que “continua abandonado e envelhecido”, e realça “outro ponto muito fraco”, que passa pela “pouca participação dos cidadãos” na discussão da vida pública. No entanto, reconhece que “também houve pontos positivos” na gestão de Manuel Coelho e esses serão “reforçados”.

Considerando-se como uma “mais-valia” para Sines, Idalino José revela que pretende um “concelho mais seguro e mais solidário para com os desfavorecidos”, com “melhores qualificações ambientais e urbanas”, que preste “melhores cuidados de saúde” e que aproveite o seu “bem mais precioso, o mar”, nomeadamente através da “pesca, do turismo e da componente maritimo-portuária”. Além disso, pretende “valorizar a participação dos cidadãos e o associativismo”, que são o “embrião da cidadania”.

Idalino José considera ainda que os investimentos na região são “fundamentais” para o seu projecto e para o desenvolvimento de Sines, lembrando os projectos previstos pelo Estado para as acessibilidades, o reforço do investimento privado para “consolidar o tecido industrial”, os empreendimentos turísticos ou a expansão do porto de Sines. No entanto, realça que “devem ser seleccionados os investimentos com melhores condições ambientais”, de forma a “melhorar as condições de vida da população”.

Vereador do PS na Câmara Municipal de Sines há dois mandatos, Idalino José confessa que “acredita que é possível ganhar” as eleições “sem a necessidade de coligações”, colocando de parte uma união com outro partido, sublinhando que entre os outros dois candidatos, Manuel Coelho e Francisco do Ó Pacheco, “opõe-se uma forte luta pelo poder”.

Setúbal na rede

Nota: Idalino José não é vereadores há dois mandatos, mas foi durantes dois mandatos.

E se fosse Primeiro - Ministro?

E se fosse Primeiro - Ministro de Portugal, com maioria absoluta, o que faria?
Deixe aqui o seu comentário, as suas ideias, as suas propostas, o que faria para melhorar o nosso país?

Correio dos Leitores - Pobre nós?

"Os actores são fictícios, a acção é ficção, o conteúdo demonstrativo da realidade..."



"Meus amigos,
O que vos vou contar é verdade.

Estava há dias a falar com um amigo meu Nova-iorquino que conhece bem Portugal, o Eddie Cox, que alguns de vós conheceu da última vez que cá esteve num barbecue em minha casa... Dizia-lhe eu à boa maneira portuguesa de "coitadinhos" : - Sabes Eddie, nós os portugueses somos pobres ...
Esta foi a sua resposta:

António, como podes tu dizer que sois pobres, quando sois capaz de pagar por um litro de gasolina, mais do triplo do que pago eu?
Quando vos dais ao luxo de pagar tarifas de electricidade, de telemóvel 80 % mais caras do que nos custam a nós nos EUA?
Como podes tu dizer que sois pobres quando pagais comissões bancárias por serviços bancários e cartas de crédito ao triplo que nos custam nos EUA?

Ou quando podem pagar por um carro que a mim me custa 12.000 US Dólares e vocês pagam mais de 20.000 EUROS, pelo mesmo carro? Podem dar mais de 8.000 EUROS de presente ao vosso governo e nós não.

António, francamente não te entendo!

Nós é que somos pobres: por exemplo em New York o Governo Estatal, tendo em conta a precária situação financeira dos seus habitantes cobra somente 2 % de IVA, mais 4% que é o imposto Federal, isto é 6%, nada comparado com os 20% dos ricos que vivem em Portugal. E contentes com estes 20%, pagais ainda impostos municipais.

Além disso, são vocês que têm " impostos de luxo" como são os impostos na gasolina e gás, álcool, cigarros, cerveja, vinhos etc, que faz com que esses produtos cheguem em certos casos até certos a 300 % do valor original., e outros como imposto sobre a renda, impostos nos salários, impostos sobre automóveis novos, sobre bens pessoais, sobre bens das empresas, de circulação automóvel.

Um Banco privado vai à falência e vocês que não têm nada com isso pagam, outro, uma espécie de casino, o vosso Banco Privado quebra, e vocês protegem-no com o dinheiro que enviam para o Estado. E vocês pagam ao vosso Governador do Banco de Portugal, um vencimento anual que é quase 3 vezes mais que o do Governador do Banco Federal dos EUA...

Sois pobres onde António?

Um país que é capaz de cobrar o Imposto sobre Ganhos por adiantado e Bens pessoais mediante retenções, necessariamente tem de nadar na abundância, porque considera que os negócios da nação e de todos os seus habitantes sempre terão ganhos apesar dos assaltos, do saque fiscal, da corrupção dos seus governantes e autarcas. Um país capaz de pagar salários irreais aos seus funcionários de estado e da iniciativa privada.

Deixa-te de merdas António, sois pobres onde?

Os pobres somos nós, os que vivemos nos USA e que não pagamos impostos sobre a renda se ganhamos menos de 3.000 dólares ao mês por pessoa, isto é mais ou menos os vossos 2.370 €uros. Vocês podem pagar impostos do lixo, sobre o consumo da água, do gás e electricidade. Aí pagam segurança privada nos Bancos, urbanizações, municipais, enquanto nós como somos pobres nos conformamos com a segurança pública.

Vocês enviam os filhos para colégios privados, enquanto nós aqui nos EUA as escolas públicas emprestam os livros aos nossos filhos prevendo que não os podemos comprar.

Vocês não são pobres, gastam é muito mal o vosso dinheiro. Ou então, vocês Portugueses são uns estúpidos ou uns mansos de merda!
"


recebido via mail, devidamente identificado


Petrolíferas "absolvidas" pela Concorrência

As oito investigações que a Autoridade da Concorrência (AdC) tinha em aberto, desde 2004, sobre alegadas práticas anti-concorrenciais no mercado dos combustíveis foram arquivadas. BP, Esso, Cepsa, Repsol, Total, Shell e Galp, ficam assim ilibadas pela AdC das acusações públicas de que os preços que praticam são formados em cartel.
Manuel Sebastião, presidente da AdC, que ontem divulgou o relatório final relativo ao mercado de combustíveis, já tinha afirmado em dois estudos intercalares a não existência de concertação. Manuel Sebastião assume que não é fácil provar um ilícito destes.
(noticia na íntegra aqui).

Sines assinalou Dia Mundial da terra com sacos de pano

A Câmara Municipal de Sines (CMS) assinalou o Dia Mundial da Terra, com a distribuição gratuita de sacos de pano à população, sensibilizando-a para a redução do consumo de sacos de plástico. Os sacos de pano foram distribuídos junto dos seguintes locais: Lidl, Mini-Preço, Pingo doce, Intermaché e supermercados Litoral na zona industrial, Av. Marquês de Pombal e Av. António Aleixo. A actividade contou com a participação de vários alunos e professores do ensino secundário, que se quiseram associar à iniciativa no âmbito do estudo das alterações climáticas.
Esta foi uma iniciativa de pequeno aparato social, mas de grande importância ambiental, pois tudo aquilo que se poder fazer para melhorar o ambiente, é sempre de louvar.

Apresentação de Idalino José


A apresentação de Idalino José pautou-se pela eficácia e profissionalismo, o PS deixou claro que aposta forte nestas autárquicas e Sines não é excepção.

Com figuras nacionais de relevo e em número considerável a apoiarem o candidato de Sines, estes pecaram por falar demais do PS - nomeadamente Vítor Ramalho, presidente da Federação de Setúbal - e menos de Sines, este é um erro recorrente das figuras nacionais que insistiram em fazer campanha ao PS, numa Esplanada Alentejana cheia de socialistas e menos em apelar aos simpatizantes e indecisos que normalmente decidem as eleições e querem saber o que Idalino José e o PS farão pela sua terra e não o que o PS fará pelo país - essas são outras eleições.

Depois dos discursos mornos de Miranda Calha e Vítor Ramalho, o discurso da Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, que antecedeu o de Idalino José, teve o condão de empolgar os presente, pela vitalidade e, finalmente, um discurso mais centrado em Sines. Cometeu a gaffe de acusar a CDU de ter dificuldade em lidar com a modernidade, quando na plateia se encontrava o Secretário de Estado Adjunto e da Administração Local, Eduardo Cabrita, que ainda este mês esteve presente na assinatura do protocolo do Sistema de Apoios à Modernização Administrativa com a CMS, onde afirmou: "o protocolo vai colocar o munícipio de Sines na 1ª linha de um serviço de qualidade, desmaterializado, e permitir uma relação mais próxima com os cidadãos, ainda mais transparente, factor essencial para a confiança dos investidores". Mas aqui já a plateia estava embalados pelas palmas e ninguém se terá apercebido e, provavelmente, muitos nem saberiam.

Dos discursos dos dirigentes nacionais, chamou-me a atenção 2 aspectos:
- várias referências a António Guterres e nem por uma vez a José Sócrates. Não sei se fará parte da estratégia nacional para as autárquicas ou se estávamos perante representantes de uma "sensibilidade" socialista. Espero que seja a segunda, mas o tempo esclarecerá.

- a ausência de referências de todos os oradores à poluição no nosso concelho, lacuna que Idalino José resolveria e da melhor forma.

Por fim a apoteose da noite, apresentação multimédia do candidato e da sua vida e o seu discurso de apresentação, que se traduziu numa surpresa bastante positiva.

Num discurso bem elaborado, "varreu"num timming correcto, de forma incisiva e coerente, os problemas principais de Sines, as soluções preconizadas e a estratégia para alcançá-las, ignorando os adversários, não por desprezo mas pela confiança que deposita no futuro e na resolução do problemas do passado.

Conheço o Idalino há vários anos, acompanhei-o durante meses numa candidatura, em 4 anos de assembleia municipal e mais quatro anos de vereação e este é o "melhor" Idalino de sempre. Sereno, tranquilo, confiante e muito determinado.
Acredito que basta a esta candidatura assegurar o eleitorado que Idalino José e Luís Gil obtiveram na sua última candidatura, o que não parece difícil pois a "família socialista" acorreu em massa e demonstrou-se unida em torno do líder, para alcançar a vitória.

Contudo, sei as eleições ainda vão longe, que existem muitos imponderáveis e que o PS Sines é feito de muitos pormenores, e é nos pormenores que está o Diabo. A constituição das listas e a campanha podem decidir tudo, por muito pouco...votos.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Declaração de Voto


Fui convidado e estive presente na apresentação do candidato do partido socialista à presidência da Câmara Municipal de Sines, Idalino José.

Da mesma forma, estarei presente na apresentação dos candidatos do PSD e da CDU, se para tal for convidado, mas por motivos diferentes, em comum apenas o facto de ter muitos amigos e alguns inimigos em todos os partidos.

na apresentação do PSD estarei por uma questão de incentivo ao candidato e aos dirigentes, pela coragem e determinação que é necessário para enfrentar uma luta politica num meio pequeno, sabendo-se à partida derrotado.

Na apresentação da CDU estarei por uma questão de admiração por alguns dos seus elementos, apesar do oceano de diferenças que nos separa, mas principalmente pela admiração e divida de gratidão ao Francisco do Ó e a muitos dos elementos do PCP, pela luta desigual que travaram em defesa de Sines, das suas gentes e tradições na década de 70 e 80, do séc XX, contra o poder central e o seu braço "armado", o GAS.

Na apresentação do PS estive porque votarei Idalino José. E esta é uma subtileza que significa muito. Sempre fui socialista, não por crença ou seguidismo mas por identificação e ideologia.
Conheço a génese do socialismo e do partido socialista, conheço a história da sua fundação e a sua história recente, - conhecimentos que aconselho vivamente a muitos socialistas -, por isso sou socialista.

Pela natureza da minha convicção e da minha personalidade sempre que achei que o partido ou os seus dirigentes, não agiam de acordo com o socialismo, disse-o frontalmente, no local próprio e publicamente, por para mim transparência só tem um significado.

O que significa que o meu sentido de voto, em nada alterará a minha atitude critica sobre aquilo que nos rodeia. Não sou fanático, nem ingénuo, nem cultivo uma atitude de interesses que me impeçam de dizer aquilo que penso. É certo que ao longo da vida nem sempre foi a melhor opção, mas só aqueles que pensam e agem assim sabem que a sensação de liberdade e de independência é ímpar e compensam, largamente, tudo aquilo que se perde por não se ser cínico e hipócrita, num sociedade que ampara e premeia a subserviência, o silêncio e as sombras.

Tenho o defeito e a virtude de acreditar em pessoas e duvidar de organizações - em que se tornaram os partidos -, por isso a subtileza de votar no Idalino e ter muitas reservas no actual PS de José Sócrates.

Correio dos Leitores

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Petição por Rui Vinagre no FMM 2009 (reeditado)



Exmo Sr. Presidente da Câmara Municipal de Sines,

Os abaixo assinados, amantes ou apreciadores de música, e defensores dos valores da tradição musical portuguesa e da valorização e reconhecimento dos Sinienses, vêm peticionar perante Vossa Excelência o seguinte:O Festival de Músicas do Mundo, é hoje inequivocamente um meio de divulgação musical, cujo valor artístico é reconhecido unanimemente, quer pelos meios de comunicação social especializados como pelo público em geral.A inclusão de um jovem músico natural de Sines no FMM 2009, constitui um incentivo a todos que pretende fazer da música o seu modo de vida ou apenas um meio privilegiado de lazer e prazer.

Os abaixo assinados vêm, pois, perante Vossa Excelência, peticionar o seguinte:
Contamos que, com a esclarecida intervenção de Vossa Excelência, Rui Vinagre seja incluído entre os artista do FMM 2009, proporcionando momentos ímpares da sua arte aos visitantes e simultaneamente Sines prestar homenagem e reconhecimento público pelo trabalho e dedicação à música, deste filho de Sines.


Seguem as assinaturas. (Nome; local de residência; endereço de correio electrónico)

1. António Braz, Sines, antonio.luis.braz@hotmail.com
2. Pedro Datia, Santiago do Cacém, pedro.datia@gmail.com
3. Bruno Leal, Lisboa, brunocleal22@hotmail.com
4. Tânia Glaziou, Sines, taniaglaziou@hotmail.com
5. Manuela Fonseca, Sines, Fonseca_manuela@hotmail.com
6. Dina Custódio, Sines, dinacustodio@hotmail.com
7. Egídio Fernandes, St. André, egidioafernandes@gmail.com
8. Pedro Dias, Santo André, pedro.dias@hotmail.com
9. José Cruz, Sines, josecruz@gmail.com
10. Isabel Costa, Aldeia Chãos, isacostadias@hotmail.com
11. Irina Costa, Aldeia Chãos, irinacosta@hotmail.com
12. Setero Costa, Aldeia Chãos, seterocosta@hotmail.com
13. Francisco Torres, Sines - fxmtorres@gmail.com
14. Susana Silva, Brescos, susanacandeias@hotmail.com
15. Luís Parreira Lobo, Sines, penizlobo@gmail.com
16. Sandra Telo, Sines, mailto:tocadozorro@hotmail.com
17. Andreia Duarte, Grândola, andreiaduarte_7@yahoo.com
18. Cláudia Contreiras, Sines, claudiacontreiras1@hotmail.com
19. João Raposo, Sines, bataclam@hotmail.com
20. José Leal, Lisboa, lealjcc@gmail.com
21. Luís Venturinha, Sines, lmventurinha9@gmail.com
22. Carlos Gamito, Sines, carlosmalafaia@hotmail.com
23. Lidía Henriques, Sines, lidia-henriques@hotmail.com
24. Mariana Zorra, Sines, marianazorra@hotmail.com
25. Bruno, Rosália, Sines, raminhosbruno@gmail.com
26. Leonel Domingos, Sines, ldomingos34@gmail.com
27. Rui Alves, Sines, tocadozorro@hotmail.com
28. João Craveira, Sines, joaocraveira@netvisao.pt
29. Carlos André , Sines, carlos_andre@netvisao.pt
30. Helena Abenta, Sines, helenaabenta@gmail.com
31. Pedro Silva, Santo André, silvapedro85@gmail.com
32. Pedro Ventura, Sines, BI n.º 9115557
33. Luis Maldonado, Sines, luis.sousa.maldonado@live.com.pt
34. Heloísa d' Oliveira, Lisboa, alo_helo@hotmail.com
35. Henrique Martins, Sines, henrique_martinsnn@hotmail.com
36. Joao Campinhos, Sines, jcampinhos@gmail.com
37. Tiago Canhoto, Sines, tiagocanhoto@gmail.com
38. Carla Braz, Sines, carlasilvabraz@hotmail.com
39. Luis Filipe Melim, Sines, lfmelim@net.sapo.pt
40. Cristina Melim, Sines, cristina.r.melim@sapo.pt
41. Jorge Santos, Montijo, jsantos@netvisao.pt
42. Rui Romero, Angola, ruiromcarlos@sapo.pt
43. Edson Rodrigues, Lisboa, edbrasileiro@gmail.com
44. Rogério Almeida, Sines, rnalmeida78@hotmail.com
45. Célia Bandeira, Sines, celia.bandeira@hotmail.com
46. Luis Pedro Ramos, Alvalade do Sado, lpramos@sapo.pt
47.Pedro Calado, Sines, calado.sines@gmail.com
48. Helder Filipe, Sines, BI n.º 13253334
49. Joao Teles, Sines, teles@sines.org
50. Cristina Sousa, Manchester, cristina.sousa@rln-northwest.com
51.Amorim Guerreiro, St. André, amorimguerreiro@htmail.com
52. Rui Estiveira, Sines, BI 10578889
53. Maria João Teles, Belas, mjblt@hotmail.com
54. José Luís Santa Barbara, Sines, jlsbarbara@gmail.com
55. Andreia Henriques, Sines, 13209870
56. Tânia de Brito, Sines, taniadebrito@gmail.com
57. Isabel Borges Alves, St. André, QUADRICULTURA
58. Valentim Cruz, Sines, sulcor@gmail.com
59. Rafael Santos - Sines, rafaman-hour@hotmail.com
60. João Pereira da Silva, St. André, BI 4191156
61. Edgar Magalhães, Sines, BI 13204942
62. Helena Rodrigues, estorilhelenavidal@meo.pt
63. Rosabela Figueira, St. André, rosabela.figueira@sapo.pt
64. Ivo Guerreiro, Sines, BI 13602854
65. Mónica Martins, St. André, BI 10395534
66. Paula Rodrigues, Sines, paulinh1966@gmail.com
67. Francisco Silva, Canada, francisco_silva@sympatico.ca
68. Maria João Mendonça, Oeiras, janeca2203@yahoo.com.br
69. Luisa Aragão, Lisboa, luisa.aragaobrito@live.com.pt
70. César Aires Marques, Maputo, cmarques52@teledata.mz
71. Luis Ferreira, Toronto, maldonadoferreira2000@yahoo.com.br
72. Victor Martins, Carcavelos, victormartins@gmail.com
73. Hugo Rolim, Lisboa, hugorolim@hotmail.com
74. Pedro Brabosa, Lisboa, pedro.barbosa@eu.exide.com
75. Ricardo Martins, Vilamoura, hot.ricardo@net.vodafone.pt
76. Fernando Monteiro, Faro, fromero@netcabo.pt
77. Ricardo Oliveira, Alfragide, rmccoliveira@netcabo.pt
78. Ana Pereira, Cascais, pereira.ana@netcabo.pt
79. Catarina Melim, Carcavelos, catymelim@netcabo.pt
80. Miguel Sacramento, Sines, koquinhas_m@hotmail.com
81. Mariza Sacramento, Sines, mm_riza@hotmail.com
82. Augusto Grácio, Sines, amgracio@gmail.com
83. Antonio Guerreiro, AGuereiro_1975@hotmail.com
84. Júlio Martins, Sines, julmartins@msn.com
85. Antonio Gramacho, Sines, antonioalentejo@gmail.com
86. Cristina Vilhena, Lisboa, cris.vilhena@gmail.com
87. Yury Correia, Sines, yurycorreia@gmail.com
88. Henriqueta Gramacho, Sines, henriqueta.gramacho@gmail.com
89. Ivo Vieira, Sines, ivosantosvieira@hotmail.com
90. Pedro Pimenta de Castro, Sines, ppc210@gmail.com
91. Pedro Batista, Santiago do Cacem, BI 8821530
92. Andrea Melim, Faro, deia_melim@hotmail.com
93. Ricardo Melim, Quarteira, ricky_melim@hotmail.com
94. José Luís Melim, Lisboa, jmel@netcabo.pt
95. Vitoria Pires, Parede, vitoriasapires@sapo.pt
96. Luís Falcão, Lisboa, lcfalcao@netcabo.pt
97. Antonio Lourenço, Lisboa, ajlourenco@netcabo.pt
98. Manuel Silva, Lisboa, antoniosil@gmail.com
99. Ricardo Jordan, São Paulo Brasil,rickjordan@ig.com.br
100. Maria Monteiro, Orlando USA, teresinha49@yahoo.com
101. Teresa Fontinhas, Oeiras, mteresasantos@mail.telepac.pt
102. Mário Guimarães, Faial, guimaraesmario@msn.com
103. Luís Grandvaux, Cascais, grandvaux@netc.pt
104. Paulo Monteiro, Faro, paulo_monteiro74@yahoo.com
105. Miguel Martins, Albufeira, nervozinho@hotmail.com
106. Cristina Grandvaux, Cascais, kittygb@oninetspeed.pt
107. Soares Marques, Setúbal, camatapas@yahoo.com.br
108. Hugo Miguel, Sines, nouneim@netvisão.pt
109. Joaquim Gonçalves, Sines, BI 107401606
110. Soares Abreu, St. André, soaresabreu05@hotmail.com
111. Jorge Martins, Sines, BI-12426817
112. Júlio Fernandes dos Santos, juliofdossantos@gmai.com
113. António Pereira, Sines, amoraisper@gmail.com
114. Ana Garcias, Sines, ana_garcias@msn.com
115. Paula Cordeiro, Loures, BI 7020654
116. Amanda Pereira; Sines, amandinhahtinha47@hotmail.com
117. Ana Lampeia, Beja, ana_lampreia@hotmail.com
118. Nelson Lourenço; Castelo Branco, nelsondaseiras1@sapo.pt
119. Tânia,Tomar,taniasnf@hotmail.com
120. Tiago Tenreiro, Santarém, tiagotenreiro@hotmail.com
121. Maria Jorge, Sines, BI 1586177
122. Pedro C., Melides, darkbeing@hotmail.com
123. Pedro Silva, Santo André, pedroasil85@hotmail.com
124. Elsa Mendes, Algarve, elsaammendes@hotmail.com
125. Adriana Gomes, Madeira, adry_gomes@hotmail.com
126. Alexandre Algarvio, Santo André, marin2503@hotmail.com
127. Nuno Amaral, Portel, nmcamaral@hotmail.com
128. Andreia Cardador, Pegões, andreia_cardador@hotmail.com
129. Blanca N., Zambujeira, blancanereu@hotmail.com
130. Bruno Oliveira, V.N. Milfontes, b_oliveiragoncalves@hotmail.com
131. Joaquim Cabo, Beja, jcabo@sapo.pt
132. Ana Filipa, Messines, anafccabrita@hotmail.com
133. Marcia C., Algarve, marcia.cabrita@sapo.pt
134. Francisco Chainho, Melides, fchainho@hotmail.com
135. Carlos Inacio, Setubal, cip@mail.pt
136. Tiago Cordeiro, Santo André, tjlc@sapo.pt
137. Sofia Crujeira, Beja, sofia_crujeira@hotmail.com
138. Diogo Roxo, Beja, roxo_9@hotmail.com
139. Dalila Perdigão, Beja, dalilaacp@gmail.com
140. Daniel, Santo André , konica@hotmail.com
141. António Domingues, to_domingues_@hotmail.com
142. Gilmar Gamito, Grândola, gilmarcostagamito@portugalmail.pt
143. Ricardo Godinho, Melides, ricardogodinho27@hotmail.com
144. Maria Conceição, Santo André, rosariojuma@netvisao.pt
145. João Silva, Santo André, jmssilva72@hotmail.com
146. Ana Júlia, Beja, anabaiao1@hotmail.com
147. João Calado, Setúbal, joao_kalado@hotmail.com
148. Deolinda Leitão, deolinda.leitao@clix.pt
149. Sónia Lucas, São Teotónio, soniia_1@hotmail.com
150. Magda Pereira, Barreiro, Magdapereira@hotmail.com
151. Silvio Guerreiro, Santo André, Silvio_guerreiro@hotmail.com
152. Mário Exposto, Santo André, Silviogmárioexposto@hotmail.com
153. Marta Guerreiro, Santo André, martacaguerreiro@hotmail.com
154. Miguel Palma,Sines, miguelpalma19@hotmail.com
155. Ricardo Oliveira, Barreiro ricardolpro@hotmail.com
156. Pedro Jorge, Santo André, pedrojorge1704@hotmail.com
157. Pedro Calado, Setúbal, pedro_calado@iol.pt
158. A. Pedro Pinto, Santo André, nortenho33@hotmail.com
159. Catarina Cruz, Sines, catarinacruz799@hotmail.com
160. Manuel Lança, Sines, lanca.manuel@gmail.com
161. Joaquim Rodrigues, Sines, Kim.sines@hotmail.com
162. Rui Araújo, Sines, Araujo_1970@gmail.com
163. Margarida Penedo, F. do Alentejo, ginginha@iol.pt
164. Pedro Santos, Lisboa, pedro_s_l_s@hotmail
165. João Pedrinha, Lisboa, joão.slb.pedra@hotmail
166. Rute Madeira, Santiago Cacém, ruca.madeira@hotmail
167. Miguel Rodrigues, Grândola, m.g.rodrigues@hotmail
168. Paula Ventosa, Setúbal, paula.ventosa@netvisao.pt
169. Rui Gamito, Santo André, rui.gamito@clix.pt
170. Paulo Teixeira, Setúbal, p.teixeita23@hotmail.com
171. Carlos Silva, Sines, carlossoaresdasilva@sapo.pt
172. Sara Viegas, Lisboa, sarahsweet2008@hotmail.com
173. Joana Soares, Lisboa, joana.l.soares@hotmail.com
174. Vera Costa, Santo André, verusketa@hotmail.com
175. Claudia, Lisboa, analuci0@hotmail.com
176. Tiago Salvador, Pernes, tiago_salvador@msn.com
177. Filipa Neves, Lisboa, pipa_pipokita@hotmail.com
178. Joao Miguel, Santarém, jo_mi89@hotmail.com
179. Claúdio Almeida, Santarém, claudio_almeida_@hotmail.com
180. Elias Dias, Castelo Branco, elia_dias@iol.pt
181. Sofia Costa, Tomar, sofiacosta_diabolic@hotmail.com
182. Tania Silvestre, Tomar, missilvestre@hotmail.com
183. Marta Beja, Portimão, marthabeja@hotmail.com
184. José Almeida, Lisboa, freiheit1990@hotmail.com
185. Jorge Diz, Sines, jorge.diz@edp.pt
186. Rui Pimenta, Sines, menta3_14@hotmail.com
187. Pedro Santos, Sines, pedrowise@gmail.com
188. João Amaro, Sines, guttinho@hotmail.com
189. Joel Fernandes, Sines, joel_fernandes_99@hotmail.com
190. Fernanda Silvestre, Sines, mfsilvestre@hotmail.com


Como assinar a petição a dirigir ao Exmo Presidente da Câmara Municipal de Sines:
Qualquer pessoa que esteja de acordo com as posições veiculadas nesta petição pode assiná-la.
Para isso deverá enviar um correio electrónico ao 1º subscritor, para o endereço: antonio.luis.braz@hotmail.com", ou para os comentários deste post, mostrando inequívoca vontade de o assinar e indicando o nome, local de residência e endereço de correio electrónico ou BI.

Correio dos Leitores

NOTA À COMUNICAÇÃO SOCIAL

A Galp Energia,
Não quer aplicar o prémio e pretende negar a actualização dos salários aos trabalhadores das áreas de serviço, além de contratar uma empresa para “trabalho sujo”.

Depois dos enormes lucros de 2008 e dos salários milionários dos seus administradores, a Galp Energia, além de não querer aplicar o prémio, pretende ainda castigar os trabalhadores com 0% de aumento no salário. Ou seja, os que auferem menores salários no Grupo e que diariamente trabalham nos postos de abastecimento de combustíveis, sujeitos ainda a várias pressões, nomeadamente, as resultantes dos assaltos. Alegam os seus representantes na Galpgeste que os resultados da empresa em 2008 não foram positivos e que o balanço do primeiro trimestre também não é favorável. Esta situação seria dramática se estivéssemos perante uma empresa isolada, apenas dependente do mercado, o que não é o caso. Sendo a Galp Energia, a accionista principal da Galpgeste, a dona do produto e proprietária das áreas de serviço, quem define os preços e as margens de comercialização, não se compreende nem se aceita esta pretensão de tratamento discriminatório e desfavorável a quem piores salários tem no Grupo.
Os Sindicatos, através dos dirigentes e delegados sindicais, vão desenvolver contactos com os trabalhadores nas áreas de serviço, para que se tomem as medida necessárias, de forma a levar a Administração da empresa a proceder à reposição do seu poder de compra, exigindo o aumento real dos salários e a aplicação a todos os trabalhadores do prémio Galp.A Administração da Galp Energia entregou em 2 de Março de área de serviço do Fogueteiro à empresa Petrolinos, a qual no dia 15 de Abril comunicou a 10 dos 16 trabalhadores, a sua intenção de os despedir, através de despedimento colectivo. Estamos assim, perante a contratação de uma empresa para fazer o trabalho sujo da Galp Energia, já que face aos enormes lucros arrecadados em 2008 dificilmente encontraria justificação para proceder a qualquer despedimento. Ninguém de boa-fé acredita que esta empresa ao receber esta área de serviço não tenha antecipadamente combinado o valor para efectuar estes despedimentos, o que, na prática, significa que foram contratados para eliminar 10 postos de trabalho e o sustento de 10 famílias.
Por isso, o Sindicato na reunião de negociação a realizar no dia 24 de Abril com a presença de representante da DGERT, vai exigir a anexação à acta, do contrato de transmissão desta área de serviço.

Sindicato dos Metalúrgicos
Sindicato dos Metalúrgicos (Sul)

Prometido é devido

Clima económico

Uma delegação da Nissan esteve ontem em Sines para avaliar as possibilidades de instalação de uma fábrica de baterias.Responsáveis do construtor automóvel nipónico visitaram a Zona de Indústria Ligeira (ZIL) e mantiveram uma reunião com APS. A delegação da Nissan admitiu que o objectivo do encontro tinha a ver com a possibilidade de realizar investimentos futuros em Sines.

Entretanto, o futuro da Carbogal poderá não ser tão "negro" como se esperava inicialmente. Para já parará em Junho, de Julho a Dezembro decorrerão duas paragens, este será o cenário se não houver retoma da procura do sector automóvel.

Em relação à Euroresinas e à especulação que a rodeia, a informação de encerramento de unidades do grupo na Europa, é um sinal positivo para a unidade de Sines ao contrário do que se pensa.

Quero deixar claro, nomeadamente para os trabalhadores e famílias, que estas informações não são oficiais, apenas confirmadas por pessoas ligadas aos processos, e cujo objectivo da divulgação é trazer a este espaço o clima económico e social que se vive na região.

Correio dos Leitores

Mais um piloto da "terra" a conseguir bons resultados.
Luis pereira da Team CelCruMotos-DeltaBox-Kawasaki, 1º classificado da Baja Terras del Rei a contar para o nacional TT.
Há alguns anos que Sines tem vários pilotos com excelentes resultados no mundo das "rodas" e por falta de condições não vão mais longe.. Existe uma pista com o terreno cedido a um clube que foi fundado para satisfazer o interesse de um cidadão. Ultimamente esta mesma pista, está ao abandono tendo sido recentemente "arranjada" com 45€ de 12 praticantes da modalidade. Não se trata dos 45€ para quem gasta 10 000€numa mota mas sim, pedir um apoio à Camara Municipal e não haver abertura para satisfazer a nossa exigência, que seria apenas enviar 3/4 funcionários durante 2 dias e uma máquina que nos ajudasse na limpeza da pista. Todos os fim-de-semanas pelo menos 5 pilotos da terra representam Sines em desportos motorizados:
Pedro Lança - Ralis
Nelson Moreno - Campeonato Nacional de Quads (moto4)
Luis Pereira - Campeonato Nacional de Enduro e TT (motos)
Bruno Rocha - Campeonato Nacional de Motocross na classe MX1 e trofeu RoMoto
Pedro Kid - Campeonato RoMoto e provas regionais
Bruno Moreira - Campeonato RoMoto e provas regionais
Helder Filipe - Provas regionais e Trofeu RoMoto
Marco Silva - Provas regionais e trofeu RoMoto

Todos eles com participações bem positivas e com pouca divulgação. Sem essa mesma divulgação tambem não aparecem apoios e sem esses é ainda mais dificil continuar numa modalidade "rica" em tempos de crise..!


autor devidamente identificado

terça-feira, 21 de abril de 2009

Unidos para Sempre

Numa intervenção de conteúdo nulo em inovação, Manuel Coelho perdeu a oportunidade de mostrar a diferença do seu Movimento com a política da CDU.
O discurso de Manuel Coelho na apresentação da Carta de Principio do movimento que encabeça, na sua quase totalidade podia ser um qualquer seu discurso, em outra ocasião e circunstância.
Falou das obras e investimento da sua equipa e da CDU.
Falou dos seus projectos e da CDU.
Falou do seu passado e do da CDU.
Porque na realidade são uma e a mesma coisa. Perdeu a oportunidade de cortar o cordão umbilical, que parece o ligará para sempre, ao seu partido de sempre.
Afinal o que mudará se os eleitores preferirem o Movimento Sim em vez da CDU como tem feito? Nada nem o candidato.

Refira-se uma curiosidade, de acordo com o blog oficial do Movimento, em 10 parágrafos, refere 7 vezes o Porto Covo, e o apelo a uma campanha limpa.

Quanto ao apelo ao Porto Covo, os acontecimentos recentes permitem entender esta insistência, em relação ao apelo, um bom incentivo partia de o candidato de eximir de participar nas iniciativas da autarquia, na qualidade de Presidente, até ao acto eleitoral.

Critérios de Sócrates na RTP1

Para José Sócrates a queixa "anónima" de um dirigente do CDS de Alcochete, que iniciou o processo Freeport, teve como alvo o Politico não o cidadão, já a sua queixa de injúria e difamação a nove jornalistas foi contra cidadãos.

A denúncia de licenciamento ilícito não será sobre um cidadão investido na qualidade de Ministro e a queixa apresentada contra os jornalista não será sobre nove cidadãos no exercício da sua profissão de jornalistas?

Na dúvida mudei de canal.

Nicole Pacheco campeã nacional

A atleta Nicole Pacheco, do Ginásio Clube de Sines, revalidou o título nacional de Elite Sénior, no Campeonato Nacional de Duplo Mini-Trampolim, disputado nos dias 18 e 19 de Abril, em Santarém.
Mais uma medalha de ouro nacional para a campeã europeia da modalidade, nuns campeonatos em que também se destacou a medalha de prata obtida por Marco Conceição, ginasta ainda júnior, mas já a competir pelos seniores a nível nacional.
Os ginastas Ricardo Martins (juvenis masculinos – 12.º lugar), Mariana Moura (iniciados femininos - 43.º lugar) e Inês Bernardino (iniciados femininos - 47.º lugar) completaram a “delegação” do Ginásio Clube de Sines.

Ponto Final

Foi este o Post do Twitter:
sines vazio, hipermercados desertos, restaurantes e cafés fechados, os jornais e as tv's não falam de outra coisa:hoje em sines o Nacional Hóquei Subaquático.depois de anos à espera, finalmente conseguimos.
agora podemos redobrar a esperança duma final mundial de tricot em trampolim, de pião em patins, do berlinde às 3 covinhas em surf, o limite é o céu.
sei como outros concelhos nos invejam, tivessem poupado como nós e hoje teriam o mundo de olhos postos nas vossas iniciativas.
Este o comentário de um anónimo:
inacreditável.
15.000 para o surf, já custa a digerir, agora não há dinheiro para nada e depois isto.corram com o coelho e lacaios, nadam a brincar com a tropa.
1:03 PM, Abril 19, 2009
Esta a resposta de Sérgio Santos presidente do SSC:
Boa tarde a todos,
Enquanto Presidente do Sines Surf Clube, devo esclarecer o seguinte:
- a Associação sem fins lucrativos, Sines Surf Clube, não recebeu nenhum subsídio de qualquer entidade, desde a sua criação, 20 de Agosto de 2008;
- Ao SSC, foi atribuído na última sessão de Câmara, um subsídio de 500€ (quinhentos euros) que ainda não foi regularizado. Publicado no “Sineense”;
- A CM Sines tem dado o apoio logístico necessário como faz a qualquer clube;
- O SSC garantiu as verbas de constituição da associação, da Surf Party, do Open de Bodyboard, do Open de Surf e Longboard e aquisição de material para a competição através da exploração de bar no FMM, com o trabalho dos sócios, de forma gratuita;
- Enquanto Associação sem fins lucrativos as nossas contas são públicas, estando a Direcção disponível para quem as queira consultar;
- O SSC não tem ligações a qualquer partido e tem ainda a virtuosismo de poder contar com pessoas de todos os quadrantes políticos, opção individual de qualquer cidadão;
- A potencialidade do Projecto SSC e das modalidades ligadas ao mar, nomeadamente em termos turísticos, é enorme e pode ser observada, por exemplo, em vilas como Carrapateira, Ericeira, Sagres, Lagos, entre outras;
- Quando temos o apoio de marcas internacionais como a Rip Curl, e entidades como Porto de Sines, Junta de Freguesia e outras empresas locais, este tipo de “boatos e mentiras”, prejudica gravemente o esforço, trabalho, tempo e dinheiro de um grupo grande de sineenses, que deveria ser elogiado;
Braz, compreendo que não controles os comentários efectuados mas se esses comentários são “lançados” por colaboradores do blog, como o Twitter, então desculpa dizer-te mas já é da tua responsabilidade e da irresponsabilidade desse ilustre anónimo:
Um Blogue da autoria de:António Braz
Colaboradores:Henrique
MartinsTiago
Canhoto Bruno Leal
Luís Maldonado
Twitter
"twitter disse...
o "surf amigos da autarquia", entenda-se. A critica é que se eu pretender fazer um clube de papagaios dizem-me que não. Porque não tenho cartão CDU nem sou amigo dos SIM.
porque tantas instituições e clubes com mais mérito e reconhecimento, não recebem tanto.
Qual o critério? enquanto não for explicado é porque é só prós amigos.
Apoiem as modalidades olímpicas."
Não posso deixar de criticar este tipo de actuação, quando lidero um grupo de pessoas de grande qualidade, que em muito pouco tempo e sem qualquer subsídio conseguem realizar eventos desta dimensão e com esta qualidade.Boas Ondas.Melhores cumprimentos,Sérgio SantosPresidente da Direcçãodo
SINES SURF CLUBE.
4:53 PM, Abril 20, 2009
este é o ponto final
Neste blogue cada colaborador é responsável pelos seus comentários, sendo eu na qualidade de administrador, para além de responsável pelos meus, solidariamente responsável pelos post dos colaboradores. Quanto ao comentário do Twitter, este afirma que não foi colocado por si, facto que não posso comprovar.
Relativamente aos comentários, assumo desde a primeira hora a liberdade dos comentadores e o direito de resposta dos visados. Entendo que esta é a melhor forma de esclarecer os visitantes. No caso em apreço se alguém tinha pensava - ou pretendia fazer os outros pensarem -, que o SSC tinha recebido a verba de € 15.000, serviu este espaço para deixar claro que tal não corresponde à verdade.
Nada me move contra o SCC, nem os seus dirigentes ou atletas, se assim fosse, exprimia-o através de um post, como aliás quem acompanha este blogue pode constatar que em circunstância alguma deixei de dizer o que penso.
António Braz

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Efeito Dominó


Devido ao desenvolvimento económico assente no ciclo de exploração do petróleo, Sines tornou-se uma localidade com razoável rendimento per capita, à qual a crise parecia que iria passar ao lado. Contudo a elevada concentração económica no paradigma do petróleo, gerou uma dependência da região, que já sofre com a queda abrupta da procura, nomeadamente do sector automóvel.

Depois da Repsol, relevar dificuldades no escoamento dos seus stocks e adiar os seus investimentos, do investimento da Artenius estar longe de andar ao ritmo previsto, do fracasso das unidades de Biodiesel, do espectro do encerramento da unidade da Sonae, agora é a vez da Carbogal procurar soluções para superar a dificuldade de escoar a produção sem comprometer os postos de trabalho.

Para já não se preconiza despedimentos, nem encerramentos, nas unidades industriais do Complexo de Sines, o que a suceder, terá um efeito dominó na região e particularmente em Sines, de dimensões e consequências difíceis de prever.

Registe-se que ao contrário de quem vê na crise um motivo para despedir, na Carbogal/Evonik encontrou-se, para já, soluções que não comprometam o funcionamento e os postos de trabalho. Soluções de compromisso e frágil equilíbrio, que infelizmente muitos de nós teremos de enfrentar, nos tempos próximos.

Comemorações do 25 de Abril

Grândola - Espectáculo de Música com Rui Veloso
Santiago do Cacém - Espectáculo de Música com os Delfins
Campo Maior - Espectáculo de Música com Ruth Marlene
Vila Viçosa - Espectáculo de Música com Tonicha
Loulé - Espectáculo de Música com José Cid
Almada - Espectáculo de Música com Luis Represas
Sines - EAS Big Band + Convidados e Mercedes Peón (Galiza)

Independentemente dos gostos musicais de cada um, desta lista, quem é que escolhia ir ver a Mercedes Peón ??? Sr. Presidente, já temos o FMM para mostrar aquilo que a maioria das pessoas desconhece, porque não aposta desta vez num grupo mais conhecido? É de louvar a inclusão da EAS, mas podia complementar isto de modo a que os jovens e menos jovens de Sines, não tivessem de ir caminho de Santiago ou de Grândola, para poder ver alguém de quem, pelo menos, conseguem cantarolar umas músicas...

Informação CCEN


Informação - Jornal Leme 1.º página desta quinzena


VASCO é cada vez mais 1º e com a subida já á vista!!!

Vasco da Gama 2-0 Botafogo


Após a paragem do campeonato no passado fim-de-semana de Pascoa, este Domingo a competição regressou com a 5ª jornada (última da 1ª volta) da segunda fase do campeonato. Recebemos o Botafogo, 3º classificado antes desta partida e que vinha a Sines jogar cartada importante na luta pela subia de divisão, já que o Luso-Beira Mar também era jogo de grande importância para ambas as equipas.

Numa primeira parte nem sempre bem jogada por ambas as equipas o empate a zero ao intervalo era resultado justo, de realçar a entrada do Botafogo no jogo, ao tentar pressionar desde o primeiro minuto a nossa equipa logo desde a nossa área. Primeira parte sem grandes ocasiões de golo.

Na segunda parte tudo foi diferente, entramos muito bem ao pressionar o adversário e assumir em definitivo o controlo do jogo. Boas transições defesa/ataque e com boa posse de bola começaram a surgir as oportunidades de golo, solicitámos mais as subidas dos dois nossos laterais criando os desiquilibrios naturais na defesa adversaria. Chegamos ao golo através de Roberto Guia, após recarga a um primeiro remate de Daniel Direito que o guarda-redes não susteve, o Botafogo reagiu ao golo sofrido e subiu mais no terreno chegando em dois ou três lances perigosos à nossa baliza onde esteve o Lee, que registou boa exibição dando confiança a toda a equipa. Com o Botafogo em busca do empate e balanceado para o ataque, chegamos ao segundo golo numa jogada de contra-ataque conduzida pelo Daniel Direito que isolou o Ismael para desviar á saída do guarda-redes fazendo deste modo o resultado final.

Demos um passo de gigante para cumprir o objectivo principal, a subida de divisão, beneficiando dos resultados das outras partidas realizadas. Alargamos para 6 pontos de distancia em relação ao segundo classificado e 11 pontos para o terceiro.


Vasco da Gama 2-0 Botafogo
Almada 5-1 Paio Pires
Luso Barreiro 2-1 Beira-Mar Almada

1º Vasco da Gama, 34 pontos
2º Beira-Mar Almada, 28 p.
3º Luso Barreiro, 23 p.
4º Almada, 22 p.
5º Botafogo, 22 p.
6º Paio Pires, 12 p.


Próxima jornada dia 03/05/2009 às 16h em Sines, Vasco da Gama vs Luso Barreiro.


Almada vs Beira-Mar Almada

Botafogo vs Paio Pires

domingo, 19 de abril de 2009

Petição por Rui Vinagre no FMM 2009 ( reeditado)

Exmo Sr.
Presidente da Câmara Municipal de Sines,

Os abaixo assinados, amantes ou apreciadores de música, e defensores dos valores da tradição musical portuguesa e da valorização e reconhecimento dos Sinienses, vêm peticionar perante Vossa Excelência o seguinte:
O Festival de Músicas do Mundo, é hoje inequivocamente um meio de divulgação musical, cujo valor artístico é reconhecido unanimemente, quer pelos meios de comunicação social especializados como pelo público em geral.
A inclusão de um jovem músico natural de Sines no FMM 2009, constitui um incentivo a todos que pretende fazer da música o seu modo de vida ou apenas um meio privilegiado de lazer e prazer.


Os abaixo assinados vêm, pois, perante Vossa Excelência, peticionar o seguinte:
Contamos que, com a esclarecida intervenção de Vossa Excelência, Rui Vinagre seja incluído entre os artista do FMM 2009, proporcionando momentos ímpares da sua arte aos visitantes e simultaneamente Sines prestar homenagem e reconhecimento público pelo trabalho e dedicação à música, deste filho de Sines.

Seguem as assinaturas.

(Nome; local de residência; endereço de correio electrónico)

1. António Braz, Sines, antonio.luis.braz@hotmail.com
2. Pedro Datia, Santiago do Cacém, pedro.datia@gmail.com
3. Bruno Leal, Lisboa, brunocleal22@hotmail.com
4. Tânia Glaziou, Sines, taniaglaziou@hotmail.com
5. Manuela Fonseca, Sines, Fonseca_manuela@hotmail.com
6. Dina Custódio, Sines, dinacustodio@hotmail.com
7. Egídio Fernandes, St. André, egidioafernandes@gmail.com
8. Pedro Dias, Santo André, pedro.dias@hotmail.com
9. José Cruz, Sines, josecruz@gmail.com
10. Isabel Costa, Aldeia Chãos, isacostadias@hotmail.com
11. Irina Costa, Aldeia Chãos, irinacosta@hotmail.com
12. Setero Costa, Aldeia Chãos, seterocosta@hotmail.com
13. Francisco Torres, Sines - fxmtorres@gmail.com
14. Susana Silva, Brescos, susanacandeias@hotmail.com
15. Luís Parreira Lobo, Sines, penizlobo@gmail.com
16. Sandra Telo, Sines, mailto:tocadozorro@hotmail.com
17. Andreia Duarte, Grândola, andreiaduarte_7@yahoo.com
18. Cláudia Contreiras, Sines, claudiacontreiras1@hotmail.com
19. João Raposo, Sines, bataclam@hotmail.com
20. José Leal, Lisboa, lealjcc@gmail.com
21. Luís Venturinha, Sines, lmventurinha9@gmail.com
22. Carlos Gamito, Sines, carlosmalafaia@hotmail.com
23. Lidía Henriques, Sines, lidia-henriques@hotmail.com
24. Mariana Zorra, Sines, marianazorra@hotmail.com
25. Bruno, Rosália, Sines, raminhosbruno@gmail.com
26. Leonel Domingos, Sines, ldomingos34@gmail.com
27. Rui Alves, Sines, tocadozorro@hotmail.com
28. João Craveira, Sines, joaocraveira@netvisao.pt
29. Carlos André , Sines, carlos_andre@netvisao.pt
30. Helena Abenta, Sines, helenaabenta@gmail.com
31. Pedro Silva, Santo André, silvapedro85@gmail.com
32. Pedro Ventura, Sines, BI n.º 9115557
33. Luis Maldonado, Sines, luis.sousa.maldonado@live.com.pt
34. Heloísa d' Oliveira, Lisboa, alo_helo@hotmail.com
35. Henrique Martins, Sines, henrique_martinsnn@hotmail.com
36. Joao Campinhos, Sines, jcampinhos@gmail.com
37. Tiago Canhoto, Sines, tiagocanhoto@gmail.com
38. Carla Braz, Sines, carlasilvabraz@hotmail.com
39. Luis Filipe Melim, Sines, lfmelim@net.sapo.pt
40. Cristina Melim, Sines, cristina.r.melim@sapo.pt
41. Jorge Santos, Montijo, jsantos@netvisao.pt
42. Rui Romero, Angola, ruiromcarlos@sapo.pt
43. Edson Rodrigues, Lisboa, edbrasileiro@gmail.com
44. Rogério Almeida, Sines, rnalmeida78@hotmail.com
45. Célia Bandeira, Sines, celia.bandeira@hotmail.com
46. Luis Pedro Ramos, Alvalade do Sado, lpramos@sapo.pt
47.Pedro Calado, Sines, calado.sines@gmail.com
48. Helder Filipe, Sines, BI n.º 13253334
49. Joao Teles, Sines, teles@sines.org
50. Cristina Sousa, Manchester, cristina.sousa@rln-northwest.com
51.Amorim Guerreiro, St. André, amorimguerreiro@htmail.com
52. Rui Estiveira, Sines, BI 10578889
53. Maria João Teles, Belas, mjblt@hotmail.com
54. José Luís Santa Barbara, Sines, jlsbarbara@gmail.com
55. Andreia Henriques, Sines, 13209870
56. Tânia de Brito, Sines, taniadebrito@gmail.com
57. Isabel Borges Alves, St. André, QUADRICULTURA
58. Valentim Cruz, Sines, sulcor@gmail.com
59. Rafael Santos - Sines, rafaman-hour@hotmail.com
60. João Pereira da Silva, St. André, BI 4191156
61. Edgar Magalhães, Sines, BI 13204942
62. Helena Rodrigues, estorilhelenavidal@meo.pt
63. Rosabela Figueira, St. André, rosabela.figueira@sapo.pt
64. Ivo Guerreiro, Sines, BI 13602854
65. Mónica Martins, St. André, BI 10395534
66. Paula Rodrigues, Sines, paulinh1966@gmail.com
67. Francisco Silva, Canada, francisco_silva@sympatico.ca

68. Maria João Mendonça, Oeiras, janeca2203@yahoo.com.br
69. Luisa Aragão, Lisboa, luisa.aragaobrito@live.com.pt
70. César Aires Marques, Maputo, cmarques52@teledata.mz
71. Luis Ferreira, Toronto, maldonadoferreira2000@yahoo.com.br
72. Victor Martins, Carcavelos, victormartins@gmail.com
73. Hugo Rolim, Lisboa, hugorolim@hotmail.com
74. Pedro Brabosa, Lisboa, pedro.barbosa@eu.exide.com
75. Ricardo Martins, Vilamoura, hot.ricardo@net.vodafone.pt
76. Fernando Monteiro, Faro, fromero@netcabo.pt
77. Ricardo Oliveira, Alfragide, rmccoliveira@netcabo.pt
78. Ana Pereira, Cascais, pereira.ana@netcabo.pt
79. Catarina Melim, Carcavelos, catymelim@netcabo.pt

80. Miguel Sacramento, Sines, koquinhas_m@hotmail.com
81. Mariza Sacramento, Sines, mm_riza@hotmail.com


Como assinar a petição a dirigir ao Exmo Presidente da Câmara Municipal de Sines:
Qualquer pessoa que esteja de acordo com as posições veiculadas nesta petição pode assiná-la.
Para isso deverá enviar um correio electrónico ao 1º subscritor, para o endereço: antonio.luis.braz@hotmail.com", ou para os comentários deste post, mostrando inequívoca vontade de o assinar e indicando o nome, local de residência e endereço de correio electrónico ou BI.